Landing Pages

Landing Page – 10 erros que deverá evitar

16 Mai , 2018  

Aposto que já lhe aconteceu, os seus anúncios no Facebook estão a receber centenas de cliques, o copy que escolheu é assertivo e a imagem escolhida encaixa que nem uma luva. Tudo está bem qualificado, mas o número de conversões resume-se a zero.

Você verifica então que todos os links estão corretos, e assegura-se a 100% de que está a segmentar o público certo. Depois disso, não encontrando mais pistas, pergunto-me, porque razão tenho uma taxa de conversão tão baixa?

Este é um problema recorrente quer em empresas de pequena e média dimensão, tal como em grandes marcas. Todos os anos são desperdiçados milhões de euros em campanhas publicitárias de baixa conversão. Qual é então o problema?

Por norma, um dos problemas encontra-se na fraca otimização das landing pages. Um pormenor que escapa à maioria dos anunciantes.

 

Fazer com que as pessoas cliquem nos seus anúncios é somente 20% do sucesso. Depois, precisará de proporcionar uma experiência perfeita na sua landing page, para que elas cliquem no botão “comprar” ou “registar”.

De seguida, iremos verificar 12 erros graves que surgem regularmente nas landing pages, que poderá rapidamente corrigir a fim de estimular o seu retorno sobre o investimento efetuado em publicidade e tornar o seu custo por conversão mais baixo.

 

 

Erro nº1 – Uma primeira impressão decepcionante

 

Após alguém clicar no seu anúncio e entrar no seu website, tem cerca de 10 segundos para convencer essa pessoa a ficar.

Durante os primeiros 10 segundos, o visitante avalia se o seu website é de confiança, interessante, e se vale a pena ficar nele mais tempo.

Se não tem a certeza se o seu website deixa ou não uma boa primeira impressão, verifique os dados no Google Analytics relacionados com o tempo médio de presença na página. Se o resultado for inferior a 20 segundos, significa que a maioria dos visitantes ficou no seu site por um período inferior a cinco segundos.

Três regras para deixar uma boa primeira impressão:

  • Utilize um layout simples com um design profissional
  • Utilize uma proposta de valor clara e assertiva
  • Utilize uma imagem ou uma ilustração que não pertença a um banco de imagens

 

 

Erro nº2 – Está a segmentar toda a gente em simultâneo

 

Quanto melhor for a sua capacidade de chegar aos problemas e aspirações de uma pequena plateia, maior será o seu retorno sobre o investimento em publicidade.

Os publicitários de Facebook mais inteligentes raramente anunciam a mesma oferta para toda a gente. Pois simplesmente isso não funciona.

Cada empresa tem vários grupos distintos dentro dum mesmo público, dependendo da indústria, preferências do estilo de vida, competências técnicas, etc. A sua função enquanto publicitário é segmentar o seu público e proporcionar-lhe ofertas altamente relevantes.

Mas não deve limitar-se a segmentar diferentes públicos nas suas campanhas publicitárias de Facebook. Você deverá também construir uma experiência altamente relevante na landing page para cada uma dessas plateias.

 

 

 

Erro nº3 – Você está a utilizar uma proposta de valor pouco clara

 

As pessoas são egoístas. Não se interessam sobre as caraterísticas do seu produto, mesmo quando você acredita que ele é fantástico. Aquelas que entram no seu website querem apenas saber se o seu produto satisfaz a sua necessidade ou não.

Um erro comum cometido pelos anunciantes acontece quando eles se resumem a elogiar o seu produto e as suas funcionalidades. Nada mais errado!

O que falta ao seu website é uma proposta de valor clara que explique aos seus clientes a razão pela qual devem comprar o produto.

Como escrever uma boa proposta de valor na página de entrada:

  • Lembre-se de que a atenção deve estar toda no cliente, não no seu produto
  • Pense sobre o benefício principal que o produto traz ao cliente
  • Utilize um verbo que implique uma ação para descrever esse benefício (fazer, ter, vencer, melhorar, etc.)

 

 

 

Erro nº4 – Fraca experiência móvel

 

A publicidade móvel está a crescer, 80% da receita da publicidade do Facebook deriva do mercado móvel.

É provável que mais de 50% de quem visita a sua página de entrada esteja a utilizar um dispositivo móvel. Se o seu website não se encontrar otimizado para a experiência móvel, estará a perder dinheiro e credibilidade.

Os visitantes que recorrem ao móvel têm uma intenção distinta, maiores níveis de distração e expetativas que nem sempre estão de acordo com aquelas dos visitantes num computador.

Aqui fica o que deve ter em mente quando está a otimizar a sua página de entrada:

  • Facilite a exploração da página de entrada, recorrendo a botões de navegação claros
  • Evite tornar a versão móvel do site demasiado densa a nível textual
  • Tenha a certeza de que é bastante fácil fazer uma compra ou registo na versão móvel do seu site.

 

 

 

Erro nº5 – Não utilizar imagens

 

O processamento humano de informação visual é milhares de vezes mais rápido do que a comunicação verbal. O que facilmente permite concluir o seguinte – as imagens são bastante fundamentais na estratégia de comunicação do seu produto ou serviço.

E você não precisa apenas de escolher com cuidado as imagens dos anúncios de Facebook. As imagens na sua página da entrada são igualmente importantes. Não utilizar imagens nas suas landing pages pode fazer com que não aproveite uma grande parte do seu potencial.

Existem bastantes razões para utilizar imagens nas páginas de entrada dos seus anúncios de Facebook:

  • As imagens ajudam a contar melhor uma história
  • Elas ajudam a criar emoções e confiança
  • Dão estrutura à sua página, fazendo com que ela se torne mais legível
  • Uma imagem bem escolhida aumenta o envolvimento

 

 

Erro nº6 – Utilizar as imagens erradas

 

É difícil dizer o que é pior: não ter imagens ou ter más imagens.

O erro mais comum que os anunciantes cometem na landing page (e que você pode facilmente evitar):

  • Imagens irrelevantes – utilize sempre uma imagem que conte uma história relacionada com o seu produto
  • Imagens distrativas – utilize imagens enquanto pistas visuais mas não deixe que estas assumam o papel principal
  • Imagens duvidosas – utilize imagens de alta qualidade que estimulem a confiança e uma emoção positiva.
  • Imagens pequenas – utilize imagens de alta resolução (tamanho duplo para ecrãs retina)
  • Imagens aborrecidas – assegure-se de que as imagens da sua landing page são interessante para o seu visitante

 

 

Erro nº7 – Não mostrar o seu produto

 

Talvez isto aconteça porque os publicitários estão bastante habituados a verem o produto que vendem, mas cometem o erro de forma recorrente de não adicionar à página de entrada a imagem ou a captura de ecrã do produto.

Enquanto cliente, você gostaria de ver o produto antes de comprá-lo.

Portanto, quando uma página de entrada (landing page) de um anúncio de Facebook não mostra o produto, as hipóteses de um potencial cliente vir a comprá-lo são muito menores.

Por que razão esta imagem funciona tão bem:

  • Os visitantes podem ver o produto em concreto
  • O zoom torna legível o conteúdo de imagem
  • A imagem está complementada pelo texto

 

 

Erro nº8 – Não cumprir as suas promessas

 

A maioria dos erros aqui mencionados acontecem na sua página de entrada (landing page). Mas este é sobre aquilo que acontece antes de eles lá chegarem.

As pessoas não aparecem por magia na sua página de entrada, elas chegam lá provindas de outro lugar: uma publicação numa rede social, um resultado num motor de pesquisa, um anúncio PPC, ou a partir de um número de diferentes locais.

E isso significa que elas chegam à sua página de entrada já com expetativas formadas. O problema é este: muitas vezes há uma grande distância entre aquilo que os visitantes esperam obter e aquilo que obtêm em concreto.

Se aquilo que providenciar na sua página de entrada não for ao encontro das expetativas que elas desenvolveram anteriormente, as pessoas desapontar-se-ão.

Mas elas têm uma expetativa que se define a priori e, infelizmente, muitas vezes o desapontamento acontece. Existe um distanciamento entre aquilo que elas esperavam obter e aquilo que você lhes dá.

 

 

Erro nº9 – Falta de confiança

 

Na vida real, você pode olhar para uma pessoa, ver como se veste, falar com ela e interagir ao longo do tempo.

Mas os nossos visitantes não têm esse luxo.

As pessoas que interagem com a nossa página de entrada são totalmente anónimas e criam a primeira impressão de nós num décimo de segundo.

Isso significa que você tem de estabelecer confiança e credibilidade logo de início. A melhor forma para consegui-lo é através de uma prova social, de testemunhos, de um design profissional, e providenciando constantemente aos seus visitantes informação útil, ao longo do tempo.

 

 

Erro nº10 – A cor do botão CTA não estimula uma ação

 

Existem várias teorias sobre as cores que mais conversões conseguem, mas utilizar as escolhas de cor recomendadas não é garantia de sucesso. O botão CTA (call-to-action – chamada para ação) deve contrastar com o design, para que consiga destacar-se. (Portanto, se o seu site for verde, o botão deve ser azul, vermelho ou laranja. Não deve ter outra tonalidade de verde.)

 

É difícil descobrir a cor que lhe trará o maior número de conversões sem primeiro testar várias. Ao invés de aborrecê-lo com estudos de caso sobre as cores que têm melhor performance, deixe-me informá-lo sobre as emoções despoletadas por diferentes cores.

Azul:   Esta cor está associada a valores como a confiança e segurança. O azul é especialmente utilizado por instituições financeiras pela confiança que exala e também por empresas tecnológicas, como a Dell, a fim de mostrar profissionalismo.

 

Verde: Devido à forma como a retina funciona, o verde é a cor cujo processamento ocular é mais fácil. Funciona bem com compradores conscientes do seu orçamento. Estando associada a um espírito de iniciativa, o verde poderá servir como uma boa cor para o botão CTA.

 

Vermelho: O vermelho acelera os nossos corações ao ativar a glande pituitária. Isto faz com que as pessoas se comportem de uma forma pouco habitual.

Pode escolher o vermelho para ter respostas estimulantes. Mas, lembre-se, recorrer bastante a esta cor pode ser intimidante.

 

Roxo: O roxo é uma das cores menos favoritas entre homens mas a segunda mais popular entre mulheres. Se o seu público é maioritariamente feminino, esta cor pode fazer maravilhas.

Clique no ícone para partilhar com os seus amigosShare on Facebook
Facebook

By  
Entusiasta e apaixonado pelo mundo da estratégia digital. Consultor em várias empresas, com experiências académicas e profissionais em vários países. Dedica a vida a ensinar e aprender como se maximiza a presença online de pequenas e médias empresas, num contexto cada vez mais complexo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.