Google Adword Pro

13 tácticas que deverá utilizar para melhorar os seus resultados no Adwords

2 Set , 2016  

Se porventura experimentou já uma campanha de marketing pay-per-click (PPC) e acabou por abandonar o barco, fique a saber que não é o único. Afinal, gastou uma pequena quantia de dinheiro e não viu quaisquer resultados. No entanto, uma campanha PPC bem-sucedida não acontece do dia para a noite. Leva tempo, conhecimento e testes. Faça mesmo muitos testes.

Mas suponhamos que se tem mantido fiel à sua campanha PPC. Poderá ter notado uma pequena quantidade de tráfego – quiçá até algumas vendas – mas não tanto quanto aquilo de que gostaria. O que poderá fazer para garantir que está a tirar o maior proveito do seu dinheiro?

Ao utilizar as 10 seguintes dicas, não só irá melhorar a sua campanha PPC, mas também notará um forte e crescente retorno sobre o investimento.

 

1. Restruture os grupos de anúncios recorrendo a temas mais restritos

 

Um dos maiores problemas que encontramos nas atuais campanhas AdWords situa-se no nível estrutural. Campanhas mal estruturadas são bastantes difíceis de otimizar e tendem a facultar uma experiência de utilizador fragmentada.

A experiência do utilizador tem uma importância decisiva no sucesso do Google AdWords. O Google atribui um Índice de Qualidade a cada palavra-chave, o que constitui um parâmetro de referência acerca de quão boa é a experiência do utilizador para essa palavra-chave. O Índice de Qualidade varia entre 1-10 e ele não só influencia a frequência com o que o anúncio será mostrado, mas também aquilo que terá de pagar por um clique. Você quererá índices de qualidade elevados sempre que possível.

Quando eu vejo grupos de anúncios com um amontoado de palavras-chave a ele relacionadas, definidas com o intuito de corresponder amplamente às pesquisas, sei que são da responsabilidade de alguém sem muita experiência em PPC. A chave passa por construir cada grupo de anúncios em torno de temas mais restritos.

Dito de outra forma, você deverá ter palavras-chave de verbosidade / caracteres semelhantes entre si no mesmo grupo de anúncios. Isto permitir-lhe-á, então, ter todas ou a maioria das palavras-chave a surgirem no texto de anúncio, onde serão colocadas a negrito no SERP. Está já provado que isto permite aumentar a taxa de cliques (CTR), o que por sua vez ajuda a reforçar os índices de qualidade (a CTR é um dos maiores fatores no índice de qualidade).

 

2. Aplique um modificador (modifier) de licitação para campanhas de pesquisa.

 

As campanhas de remarketing, ou seja, campanhas direcionadas para utilizadores que visitaram o seu website mas não foram convertidos, são comuns. Utilizar os modifiers de licitação de remarketing deverá ser uma prática corrente na sua estratégia.

Configurar os modifiers de licitação para o remarketing, estando este direcionado para os visitantes que chegaram pela primeira vez ao website através da normal campanha de pesquisa Google Adwords, significa que os seus anúncios estão a tornar-se mais competitivos. O seu anúncio é mostrado em posições mais altas e conseguirá portanto alcançar um maior potencial de clientes.

 

3. Redefina as listas de marketing com o Google Analytics.

 

As campanhas de remarketing são habitualmente direcionadas para qualquer pessoa que tenha visitado o website mas que não tenha sido convertida – mesmo que a sua visita tenha durado quatro segundos. Defina parâmetros com o Google Analytics que lhe permitam filtrar tráfego irrelevante proveniente de campanhas de marketing AdWords. Por exemplo, exclua pessoas que gastem menos de um minuto no site ou direcione-se somente para pessoas que visitaram pelo menos três páginas do website.

 

 

4. Faça sistematicamente testes A/B aos anúncios.

 

Os anúncios não só devem ser foco de testes A/B regulares mas também de um sistema de melhoria contínua. Por exemplo, teste uma variedade de cabeçalhos e escolha o mais rentável. Depois combine-o com uma variedade de URLs de exibição, copys e escolha a combinação vencedora. Repita o processo diariamente, uma vez por semana no mesmo dia, ou a cada duas semanas, dependendo de quantos dados esteja a conta a acumular.

 

5. Verifique o relatório de termos de pesquisa para novas palavras-chave negativas.

 

O Relatório de Termos de Pesquisa mostra quais as palavras-chave que desencadearam anúncios, além das palavras-chave que são parte da campanha. Apesar de este relatório ser útil para recuperar palavras-chave rentáveis, é-lo ainda mais para construir listas de palavras-chave negativas. Isto fará com que o seu anúncio pare de ser mostrado em termos irrelevantes, podendo assim distribuir o seu orçamento de melhor forma.

 

6. Sitelinks e Extensões de Anúncios

 

Se está à procura de melhorar a taxa de cliques, então deve considerar a utilização de sitelinks. Porquê? Porque estes links de site extra podem ser incrivelmente benéficos. Por exemplo, eles colocam em destaque os benefícios ou opções e oferecem, inclusive, detalhes sobre o seu negócio – horas, especificações de produto. Todos esses exemplos são formas de atrair clientes e dirigi-los para o seu site.
Pode também utilizar as extensões de anúncios. Por exemplo, situações onde coloca um link no seu anúncio para que os visitantes possam clicar num link para descarregar a sua aplicação, ligar para a sua empresa, obter direções ou ler avaliações. Esta opção é facultada sem custos adicionais e é uma das melhores técnicas que poderá utilizar tanto para a sua visibilidade como para o retorno sobre o investimento.

 

7. Utilize as informações do leilão para maximizar o alcance.

 

O Relatório de Informações do Leilão está disponível para campanhas, grupos de anúncios e palavras-chave. Ele compara a quantidade de impressões aos competidores que licitam nas mesmas pesquisas, quantas vezes as campanhas surgem em posições cimeiras no Google e as situações onde uma maior licitação proporcionou, ou não, uma posição superior no Google.

Além de ser uma excelente ferramenta de referência, este relatório aponta para aquelas palavras-chave que estão a ser alvo de uma elevada competição e em que parte o orçamento é alocado de forma mais eficiente.

 

8. Reavalie a estratégia de direcionamento de palavra-chave

 

Fazer uma campanha poderá parecer simples à primeira vista, mas existe arte e ciência na forma como se selecionam e direcionam as palavras-chave. Vamos explicar alguns dos seus pontos básicos.

Primeiro, tenha a certeza de que está a direcionar palavras-chave que são bastante relevantes para aquilo que está a oferecer. Depois, olhe para potenciais palavras-chave tendo em mente aquela que será a jornada do consumidor. Quando se deparar com palavras-chave do género “O que é…”, essas são mais aconselhadas para SEO, dado o seu caráter informativo. Se pretende estimular leads ou vender algo, faça uso das palavras-chave do funil superior na sua campanha. Em terceiro lugar, ponha tempo de parte para decidir que tipos de correspondência são os mais importantes para executar.

 

9. Lance as suas campanhas utilizando o direcionamento correspondência exata

 

O uso da correspondência exata (em oposição à correspondência ampla ou à correspondência na frase) significa que os seus anúncios serão somente mostrados quando alguém pesquisar a palavra-chave exata que especificou na sua campanha. Isto é particularmente útil para pequenas empresas que estão agora a começar com o AdWords, pois permite-lhe um maior controlo sobre os seus anúncios e isso significa que não perderá dinheiro ao colocá-lo em frases irrelevantes. Assim que reunir dados e aprender mais sobre como as suas palavras-chave atuam, poderão existir alturas onde a utilização de uma correspondência mais ampla será útil.

 

10. Aplique modificadores de licitação com base na performance geográfica.

 

A performance pode variar drasticamente entre diferentes áreas geográficas. O Google Analytics deverá providenciar informação acerca das áreas que estão a gerar mais conversões e lucros, assim como os modificadores de licitação, que deverão ser configurados no AdWords de acordo com os dados do Analytics. Assim, áreas menos rentáveis consumirão menos orçamento, podendo este ser alocado em áreas geográficas mais lucráveis.

 

 

11. Avalie palavras-chave utilizando a taxa de rejeição, tempo no site e visualizações de página.

 

Você precisa de avaliar o potencial das palavras-chave não só do ponto de vista da conversão, mas tendo igualmente em consideração a forma como os utilizadores se estão a comportar no seu site após clicarem numa palavra-chave. Este é um bom indicador do sucesso que teria uma ação de remarketing para pessoas que estão a clicar numa determinada palavra-chave, mas que ainda não foram convertidas.

 

12. Definir Call to Actions (CTA) personalizados para utilizadores móveis

 

Os utilizadores móveis preferem ligar, como tal deverá considerar colocar uma chamada para ação no anúncio. Por exemplo, em vez de dizer “saiba mais” ou “contate-nos”, diga “ligue-nos agora”. As hipóteses de gerar conversões são exponencialmente maiores quando as chamadas de ação para anúncios móveis estão adaptadas a utilizadores móveis.

 

13. Colocar objectivos claro e mensurar continuamente o retorno de investimento (ROI)

 

Compreender as suas métricas exatas é aquilo que separa os marketers dos que encaram o marketing como hobby e fará com que evite cometer erros onerosos. O seu objetivo passa por saber quanto dinheiro faz com um determinado número de cliques.

Por exemplo, saber que 1 em cada 20 pessoas que clica no seu link irá gastar 500€ ou mais (valor do tempo de vida) significa que pode planear ganhar dinheiro ao simplesmente amealhar cliques suficientes para a(s) sua(s) oferta(s).

Então, mesmo que cada clique lhe custe 5€ cada, (100€ em média por 20 para alcançar uma conversão), não só conseguirá recuperar o investimento como também fará lucro. Ter conhecimento sobre estes fatores é fundamental, a fim de aplicar o melhor e mais acessível cenário do AdWords para o negócio, começando então a fazer dinheiro.

O montante que gostaria de gastar deve ser encontrado com base num conhecimento claro acerca do seu retorno sobre o investimento.

Se está a gastar, suponhamos, 2,5€ por clique para 20 cliques por dia, (custo total de 50€ por dia) e está a fazer 100€ por dia no total, o seu Retorno sobre o Investimento será de 100% após despesas.

Ter conhecimento destes números facilita a compreensão de um planeamento que envolva rendimento versus custos, assim como o prognóstico e a correspondência de licitações dentro do seu orçamento, e a forma como fará crescer o seu negócio.

Clique no ícone para partilhar com os seus amigosShare on Facebook
Facebook

, ,

By  
Entusiasta e apaixonado pelo mundo da estratégia digital. Consultor em várias empresas, com experiências académicas e profissionais em vários países. Dedica a vida a ensinar e aprender como se maximiza a presença online de pequenas e médias empresas, num contexto cada vez mais complexo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.